Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

as lágrimas nos olhos e o coração muito pequeno

Sem mãe nem pai.

Abandonada por ambos.

Sentimentos sempre escondidos.

Diz um disparate.

Repreendo.

Olha com cara de "não és minha mãe"

Eu digo "Eu sei que não sou a tua mãe"

E ouço um "Pois não, ainda bem, és bem melhor pessoa que ela"

 

Não penso em mais nada desde esse momento

sinto-me:
tags:
publicado por Escondida às 19:12

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Jorge Soares a 18 de Novembro de 2009 às 20:19
Há palavras que nos tocam...  mesmo.


Jorge
De Escondida a 19 de Novembro de 2009 às 20:48
Há palavras que me deixam fora de mim, estas foram umas delas. E tem havido tantas...

:|

Beijinho

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. RIP

. AI!

. É a loucura!

. Nós, os cientistas...

. Venham mais cinco!

. A recordar (bom) trabalho

. Parabéns Diego!

. Nirvana

. Rio-me

. Irrita-me!

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds